Caldeira de Bandama

Caminhar por uma enorme reserva natural a nordeste de Gran Canária
Localizada entre os municípios de Santa Brígida, Telde e Las Palmas de Gran Canária, a rota pela caldeira de Bandama estende-se pelos barrancos de Las Goteras e Guiniguada, em direção à costa. Este espaço de grande riqueza natural formou-se há cinco mil milhões de anos junto ao antigo vulcão Pico de Bandama. A caldeira tem 216 metros de profundidade, 574 metros de altura e mil metros de diâmetro. Juntamente ao seu valor geológico, destaca-se a jazida arqueológica Cueva de los Canarios, que os antigos povoadores utilizavam como silo para guardar colheitas e alimentos.
Trekking por miradouros e cavernas entre plantas e aves autóctones
Com uma rota de trekking que apenas supera os três quilómetros, a rota pela caldeira de Bandama (assim bautizada por um comerciante flamenco de apelido Van Damme) atravessa o miradouro del Cornical para continuar até às Casas de Fondo, a cavernas de las Bodegas, o tanque de El Culatón e o cruzamento de las Tres Piedras. De dificuldade exigente e com inclinação média de 18%, o caminho permite conhecer plantas como o tajinaste branco e o azambujeiro, assim como o francelho e o capirote, aves da ilha. Não se esqueça de levar proteção solar.
Length
4,2 km
Public transport
Localidad
Santa Brigida
Downloadable files selection
Archivos
Imagen Archivo
Título Fichero
Caldera de Bandama
pdf

TENERIFE

TENERIFE

GRAN CANARIA

GRAN CANARIA

FUERTEVENTURA

FUERTEVENTURA

LANZAROTE

LANZAROTE

LA GRACIOSA

LA GRACIOSA

LA GOMERA

LA GOMERA

LA PALMA

LA PALMA

EL HIERRO

EL HIERRO
No te lo puedes perder
Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Casas de la Caldera

O trilho parte de um conjunto de casas, que em certos casos mantém a tipologia tradicional, incluindo uma adega que nos situa numa paisagem envolvida por este espaço marcado pela vinha e o mundo do vinho.

Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Mirador de los cuartos

Encontramos este miradouro logo ao aceder ao trilho à esquerda, numa pequena planície. Dá-no uma vista panorâmica do interior da Caldera e das suas paredes; é um excelente observatório para reconhecer a diversidade geológica do seu interior. Entre os elementos mais destacados, à esquerda na encosta do pico de Bandama, na zona interior da caldeira, um depósito de fluxos, que reconhecemos por um conjunto de estratos horizontais numa franja de 50 metros com forma triangular irregular.

Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Mirador del Cornical

Este miradouro sobre uma saliência rochosa encontra-se a um altura de 380 metros e de lá podemos ver toda a caldeira. Daqui podemos observar os anéis de estratos rochosos que constituem as paredes da depressão. Vemos claramente os diferentes espaços do fundo, tanto as zonas que ainda mantêm os vestígios agrícolas como o bosque termófilo que ocupa cada vez mais espaço, recuperando o terreno perdido.

Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Las Piedras

Passamos por uma zona na qual o solo passou das brasas do primeiro trecho para detritos das ladeiras. Entramos num espaço em que o bosque termófilo, com a presencia de aroeiras, zambujeiros e palmeiras, se mistura com os grandes blocos rochosos caídos da escarpa, e que deu nome ao lugar.

Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Casas del Fondo

Este casario hoje semirruído remete-nos para o primeiro colono de la Caldera, Daniel Van Damme, no século XVI, de quem guarda o nome. O conjunto compõe-se de uma casa-adega com estrutura em forma de L, com lagar para a prensagem da uva –um dos mais antigos de Gran Canaria-, alpendre para os animais, eira e forno.

Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Era del alpendre

Partindo de Casas del Fondo apanhamos o trilho circular que nos levará por todos os cantinhos de la Caldera; deixaremos a casa del último "medianero" de la Caldera, Agustinito, passaremos por uma lagoa com observatório de aves até desembocar na eira do zambujeiro, à frente de Casas del Fondo, sobre o "natero", nome da amêndoa central de la Caldera. La Caldera tem 3 eiras, o que nos dá uma ideia da importância que o cultivo de cereais aqui teve.

Imagen
Subtítulo
Bandama, Gran Canaria
Título
Através do bosque

Pelo lado sudeste de la Caldera, atravessamos um belo bosque termófilo com zambujeiros, aroeiras, palmeiras e dragos, que sobe pelas encostas até à escarpa. Nesta zona encontra-se a única fonte de água de la Caldera, que está canalizada até uma simples torneira situada em Las casas del Fondo. É um espaço onde apreciar o silêncio de la Caldera e deixar-se absorber pela natureza, visto que as imponentes paredes verticais nos isolam do mundo exterior, antes de iniciar o caminho de regresso pela encosta.

Sustentabilidade
Sostenibilidad
- Nunca deixe resíduos de qualquer tipo no meio envolvente, incluindo pontas de cigarro. Os resíduos alimentares contribuem para a proliferação de roedores e gatos selvagens que constituem uma séria ameaça para a vida selvagem.
- Respeite os animais, não os incomode nem os alimente. Se vir algum animal ferido, pode contactar o número de emergência 112. Não arranque flores ou plantas.
- Não apanhe nem leve pedras ou qualquer outro elemento do meio ambiente. Também não o modifique empilhando as pedras para construir as infames "torres".
- Não caminhe em espaços não assinalados e respeite a sinalização dos trilhos. Sair dos caminhos assinalados causa danos ao meio ambiente e também pode ser perigoso para si e para aqueles que o acompanham.
- É mais seguro manter o seu animal de estimação com trela.
- Tente não perturbar a tranquilidade do meio envolvente com ruído excessivo (música alta, gritos...).
2
54784
10 13
262
10045