Informação importante: As Ilhas Canárias já estão abertas ao turismo

Informação importante: As Ilhas Canárias já estão abertas ao turismo

01-Junho-2020

As Ilhas Canárias iniciam o caminho para a “nova normalidade”.

As Ilhas Canárias são uma das regiões menos afetadas da Europa e do mundo. Por isso, primeiro que tudo, queremos transmitir-lhe uma mensagem de ânimo e otimismo. A seguir, informamos que estamos a trabalhar intensamente para a reabertura como destino turístico, para que possa visitar-nos com as máximas condições de segurança, higiene e qualidade.

Nesta página proporcionamos-lhe informações atualizadas sobre a situação atual em cada uma das nossas ilhas.


Atualmente, a Espanha continua em estado de alarme (instaurado pelo Real Decreto 463/2020). No entanto, a transição para a “nova normalidade” está a ser realizada de forma gradual em todo o país, em quatro fases de duas semanas cada uma, que começaram no dia 4 de maio.


Dada a baixa incidência da COVID-19 nas Canárias, as ilhas de Tenerife, Fuerteventura, Gran Canaria, Lanzarote e La Palma encontram-se na Fase 2 do desconfinamento, e La Gomera, El Hierro e La Graciosa passam para a Fase 3, adiantando-se assim ao resto do território nacional, tal como ocorreu nas anteriores fases.

Atividades permitidas em cada uma das fases:

Fase 2

Reabertura de praias, restaurantes e cultura
(Tenerife, Gran Canaria, Lanzarote, Fuerteventura e La Palma)

  • É permitida a reabertura das praias. São permitidos os banhos de sol e de mar, respeitando a distância mínima de segurança de dois metros, em grupos de até um máximo de 15 pessoas. Nalguns municípios os chuveiros e lava-pés não poderão ser utilizados, e haverá limitações ao número de pessoas.
  • É permitida a reabertura das piscinas recreativas, com acesso mediante marcação prévia e com um máximo de 30% da capacidade.
  • É permitida a reabertura do interior de bares e restaurantes, a 50% da sua capacidade, sempre que se garantirem as medidas de distanciamento físico, e unicamente para serviço de mesas e/ou de comida e bebida para levar.
  • É permitida a reabertura de cinemas, teatros, auditórios e outros espaços semelhantes, com “assento pré-designado” e a capacidade limitada a 50% do habitual.
  • São permitidas as visitas a monumentos, museus e exposições, com capacidade limitada a 50% do habitual.
  • São permitidas as atividades de turismo ativo e de natureza em família e com amigos, em grupos de até 20 pessoas.
  • É permitida a celebração de concertos e espetáculos culturais em espaços fechados com um terço da capacidade habitual. Se forem ao ar livre, serão permitidas até 500 pessoas, sempre que estiverem sentadas.
  • É permitida a circulação dentro de cada ilha, respeitando as medidas de segurança e higiene, e a distância mínima de segurança de 2 metros, em grupos de até um máximo de 20 pessoas. Este limite não se aplica a coabitantes. Não existe a possibilidade de viajar entre ilhas salvo por causas muito específicas.
  • É permitida a celebração de congressos, encontros ou reuniões de negócios, em grupos de até 50 pessoas.
  • É permitida a reabertura dos centros comerciais, sem possibilidade de permanecer nas áreas comuns e nas zonas recreativas, e com uma capacidade limitada a 50%.

Fase 3

Maior mobilidade
(La Gomera, El Hierro e La Graciosa)

  • É flexibilizada a mobilidade geral (com medidas de proteção: máscaras, distância de segurança, etc.).
  • É ampliada a capacidade das esplanadas de bares e restaurantes para 75%, e é permitido o consumo dentro do estabelecimento, incluindo ao balcão, respeitando sempre a distância de segurança de dois metros.
  • É ampliada a capacidade do comércio para 50% (sempre que se respeitarem os dois metros de distância entre pessoas).
  • É permitida a reabertura das zonas comuns dos centros comerciais, com uma capacidade máxima de 50%.
  • São suavizadas as restrições de capacidade e ocupação nos bares e restaurantes.
  • É permitida a reabertura das discotecas e dos espaços de lazer noturno, mas com um terço da sua capacidade.
  • É permitida a reabertura das zonas comuns dos hotéis com metade da capacidade permitida. As atividades de animação serão planificadas para grupos de até 20 pessoas.

O que necessita de saber se vai viajar às Ilhas Canárias?

Até ao dia 1 de julho, os viajantes internacionais que chegarem às Ilhas Canárias terão de permanecer em quarentena durante 14 dias no seu alojamento e só poderão sair para adquirir produtos de primeira necessidade, ir a centros de saúde ou por causas de força maior. De momento, só podem entrar no território espanhol pessoas que detenham a nacionalidade espanhola ou residentes em Espanha, diplomatas e agentes consulares, e pessoas que demonstrem causas de força maior.

Além disso, a União Europeia anunciou que manterá as fronteiras fechadas até ao dia 15 de junho, restringindo as viagens não imprescindíveis, apesar de estarem a ser estudadas futuras medidas para promover o turismo com a máxima segurança.

Recomendações de higiene:

Lavamanos

Realize uma higiene frequente das mãos com água e sabonete, ou gel hidroalcoólico.

Toallitas

Ao tossir ou espirrar, cubra a boca e o nariz com lenços descartáveis e deite-os imediatamente para o lixo.

Distancia de seguridad

Mantenha uma distância social de pelo menos 1,5 metros com as pessoas com que não conviver (com ou sem sintomas).

Barbijo

A utilização da máscara é obrigatória no transporte público e em todos os espaços fechados e na via pública quando não se puder garantir a distância social mínima de 1,5 metros.

Em caso de aparecimento de sintomas, ligue para o número de telefone:

900 112 061

Fiebre

Febre

Tos

Tosse

Falta de aire

Dificuldade para respirar