Mergulhar nos destroços do 'Arona'

Bucear en el pecio ‘Arona’, en Gran Canaria
Bucear en el pecio ‘Arona’, en Gran Canaria
Bucear en el pecio ‘Arona’, en Gran Canaria
Bucear en el pecio ‘Arona’, en Gran Canaria
Bucear en el pecio ‘Arona’, en Gran Canaria

Imersão para especialistas em destroços na Gran Canaria

O navio mercante 'Arona', com 100 metros de comprimento de fora a fora e 15 de boca, afundou-se em 1972 à frente da costa nordeste após um grande incêndio. Desde então, os seus destroços converteram-se num ponto de imersão favorito entre os mergulhadores experientes que procuram explorações exigentes e com vida marina abundante. Repousando nas águas defronte à zona industrial de Jinámar, os impressionantes destroços do 'Arona' encontram-se a apenas seis milhas náuticas do porto de La Luz e de Las Palmas, a capital grancanária.

Observar a riqueza da vida marinha a 35 metros de profundidade

A vida marinha deste recanto da Gran Canaria multiplicou-se desde que o 'Arona' tocou o fundo a 40 metros de profundidade. Por ter tombado durante o afundamento, a parte mais próxima da superfície (à cota de 20 metros) é o costado. Sobre o casco e as torres crescem todos os tipos de pólipos e anémonas. Cardumes de bicudos, roncadores e besugos circulam constantemente em torno do navio. Aproveitando a obscuridade dos passadiços e o relevo da coberta, podem ver-se patudos, cantarilhos e imperadores.

Isla Gran Canaria
Médio

Médio

31-40 m.

31-40 m.

Barco

Barco

DISCOVER