7

notas

para 7 ilhas

É bem sabido que o ambiente condiciona a vida dos povos e marca as suas manifestações artísticas e musicais. Por isso, não é de estranhar que as Ilhas Canárias tenham uma grande riqueza e diversidade musical. O contraste das suas paisagens, juntamente com o facto de que cada uma das 7 ilhas pode ser um recanto para nos inspirarmos, deu lugar não só a diferentes estilos musicais e danças populares, mas também a um dos grandes tenores como Alfredo Kraus.

Como em todos os lugares do mundo, nas ilhas a música também foi um motor para estabelecer vínculos e unir as suas gentes em diferentes momentos da vida; as lavouras ou debulhas no campo, os ranchos de ánimas (grupos de pessoas que se reuniam para cantar e tocar com a intenção de recolher dinheiro para pagarem missas pelas almas dos defuntos), durante alguns rituais ou as folías, isas e malagueñas (cantares típicos das Canárias) quando se tratava de dançar.

Por isso, quando se perguntar como pode conhecer mais a cultura das Ilhas Canárias, feche os olhos e escute.

/

O ritmo

da tradição

A música tradicional canária é o resultado de inúmeras influências culturais, europeias e americanas, que foram enriquecendo a sua cultura musical ao longo da história, sem esquecer a sobrevivência de alguns ritmos aborígenes.

Contudo, a música canária ganhou a sua própria personalidade ao longo do tempo, absorvendo a idiossincrasia do povo canário e dando lugar, assim, a um estilo muito mais variado daquele que foi na sua origem.

/

Cantares e danças

tradicionais

de cada ilha

El Hierro

Baile del Vivo, Tango Herreño e Baile de la Virgen

Tenerife

Lo Divino Santo Domingo e Tango de la Florida

La Palma

Sirinoque, Aires de Lima e Baile del trigo

Gran Canaria

Mazurca, Endecha e Aires de Lima

La Gomera

El Tajaraste ou Baile del Tambor

Fuerteventura

Polca. Siote e Berlina

Lanzarote

Sorondongo e La Zaranda

/

Música

para os seus

ouvidos todo o ano

Imagine um lugar onde pode estabelecer uma ligação com a música. Imagine desfrutar do som e ter a possibilidade de repetir essas sensações em cada estação do ano. Concertos, ópera, festivais de música clássica, auditórios e uma infinidade de cultura musical.

Agora deixe de imaginar esse lugar e descubra as Ilhas Canárias, um leque de possibilidades muito vasto que se encontra no melhor clima do mundo, podendo assim desfrutar da boa música 365 dias por ano.

/

O festival

internacional

Após mais de 30 anos a oferecer uma excelente qualidade artística, o Festival Internacional de Música das Canárias consolidou-se como uma referência internacional dos festivais de música clássica com orquestras de todo o mundo. Além disso, é o primeiro que todos os anos inaugura a atividade musical da Europa, dado que se realiza durante os meses de janeiro e fevereiro, algo que só é possível nas Ilhas Canárias graças às temperaturas constantes durante todo o ano.

Ver evento
/

Auditório

Alfredo Kraus

Este auditório, também conhecido como Auditório de Las Palmas de Gran Canaria, tem o nome de Alfredo Kraus, o tenor canário mais internacional e mais querido pelo grande público, em agradecimento pelo seu trabalho no mundo da música. Desenhado pelo arquiteto Oscar Tusquets e erigido sobre uma base de rocha vulcânica, tem 16.750 m2 de superfície em 25 salas que acolhem alguns concertos do Festival Internacional de Música das Canárias.

/

Auditorio de Tenerife

Adán Martín

Antigamente chamado e conhecido apenas como Auditório de Tenerife, o seu nome atual honra o antigo Presidente do Governo das Canárias, uma homenagem após ter promovido a sua construção quando exercia a presidência do Cabido de Tenerife. O seu design impactante pelas mãos do arquiteto Santiago Calatrava vai deixá-lo sem palavras, assim como a sua programação, que inclui concertos de música de vários estilos, assim como outro tipo de espetáculos de artes cénicas.